Notícias
13 Set. 2018 Mostra sobre Recolhimento das Convertidas A iniciativa, organizada em parceria com a Direcção Regional de Cultura do Norte e a Misericórdia de Braga, marca o início de mais uma edição da Braga Barroca.


Ianugura esta sexta-feira, dia 14 setembro, às 18 horas, uma exposição sobre o legado do antigo Recolhimento de Santa Maria Madalena e São Gonçalo, conhecido por ‘Convertidas’, no Centro Interpretativo da Memória da Misericórdia de Braga (Palácio do Raio).

A iniciativa, organizada em parceria pela Direção Regional de Cultura do Norte, Câmara Municipal de Braga e Misericórdia de Braga, marca o início de mais uma edição da Braga Barroca.

Esta exposição tem como objectivo continuar a zelar pela salvaguarda da memória do antigo Recolhimento das Convertidas, bem como a valorização do trabalho desenvolvido pela Direção Regional de Cultura do Norte, sob a coordenação de Isabel Silva, na inventariação e conservação do seu espólio.

Enquadrando-se na programação da Braga Barroca, iniciativa que anualmente procura divulgar este pródigo período histórico, e também nas Jornadas Europeias do Património, a exposição permite reforçar a consciência patrimonial dos bracarenses e dar nota pública de um contínuo esforço pela valorização e preservação do Recolhimento das Convertidas.

A cerimónia de inauguração inclui o concerto ‘Cantos Devocionais da Europa Barroca’, protagonizado pela soprano Eva Braga Simões acompanhada por Hugo Sanches, no Alaúde, e Carmina Repas Gonçalves, na Viola da Gamba.

Paralelamente à exposição decorre, às 21h30, uma sessão de história local intitulada ‘Oração, Trabalho e Penitência’, com Marta Lobo de Araújo, da Universidade do Minho, galardoada com o Prémio Laranjo Coelho 2017 atribuído pela Academia Portuguesa de História.

No sábado realiza-se uma visita orientada ao espaço do antigo recolhimento entre as 10h30 e as 12h30.