Notícias
25 Jun. 2019 Museu de Lamego volta a desafiar a comunidade a ser mecenas O Museu de Lamego e a Santa Casa da Misericórdia de Lamego voltam a desafiar a comunidade a ser mecenas e a apadrinhar a conservação das cerca de 60 pinturas que revestem a Capela de São João Batista, proveniente do extinto Convento das Chagas de Lamego.


No arranque de 2019, a multipremiada campanha de mecenato "Conhecer Conservar Valorizar” entrava numa nova fase e pela primeira vez convidava uma instituição a unir esforços na salvaguarda do património. Meio ano depois, e cumprido o restauro de duas esculturas do século XVI, o Museu de Lamego e a Santa Casa da Misericórdia de Lamego voltam a desafiar a comunidade a ser mecenas e a apadrinhar a conservação das cerca de 60 pinturas que revestem a Capela de São João Batista, proveniente do extinto Convento das Chagas de Lamego.

Nesta segunda fase da campanha de angariação de fundos, todos podem ser mecenas, mas com o contributo de 400 euros, o mecenas pode associar o seu nome à pintura em caixotão, sobre tela ou madeira, que escolher patrocinar.

Ainda antes do arranque formal da campanha, o Museu de Lamego já conta com o importante mecenato de um anónimo, que assegurou a verba para o restauro das duas pinturas "Virgem com o Menino” e "Santa Maria Madalena”, tradicionalmente atribuídas à religiosa do Convento das Chagas, Soror Maria dos Anjos.

A Capela de São João Batista, assim como as de São João Evangelista, Nossa Senhora da Penha de França e o retábulo do Desterro, assim como dois retábulos atualmente em reserva, pertenceram ao extinto convento, fundado em 1588, pelo bispo de Lamego, D. António Teles de Meneses. 

Após o encerramento definitivo em 1906, na sequência do decreto que em 1834 extinguia as ordens religiosas em Portugal, as capelas viriam a integrar a coleção do Museu de Lamego na década de vinte do século passado, a instâncias do primeiro Diretor do Museu de Lamego, João Amaral.

Datada de 1645, a Capela de São João Batista vê agora as suas pinturas entrarem em processo de conservação e restauro, contando para tal com a contribuição de todos, numa campanha que mais uma vez é lançada a duas mãos.

Nos 500 anos da Santa Casa da Misericórdia de Lamego o museu volta a desafiar a primeira instituição com fins assistenciais e caritativos fundada na cidade a unir-se na campanha de angariação de fundos, que pretende devolver à Capela de São João Batista a dignidade que merece.

Para saber como pode ser mecenas, basta consultar o site do Museu de Lamego, em www.museudelamego.gov.pt.