Notícias
31 Out. 2018 Nota de Esclarecimento sobre Empreitada em Miranda do Douro A Direção Regional de Cultura do Norte informa que a empreitada de instalação da estrutura de acolhimento aos visitantes do conjunto catedralício da antiga Sé de Miranda do Douro será retomada tão brevemente quanto possível. Evento
A referida obra encontra-se, atualmente, parada, devido a questões que ultrapassam o âmbito de atuação da Direção Regional de Cultura do Norte (DRCN) e que estão relacionadas com o processo de insolvência da empresa subcontratada pela Lusocol – Sociedade Lusa de Construções, Lda, a entidade a que foi adjudicada a empreitada. A DRCN aguarda que a Lusocol assegure a mão-de-obra necessária para prosseguir os trabalhos.

 Recorde-se que a Estrutura de Acolhimento e Exposição da antiga Sé de Miranda do Douro, a ser instalada nas ruínas do Paço Episcopal, está incluída na Operação Rota das Catedrais no Norte de Portugal, cofinanciada pelo Programa Norte 2020.

A Operação Rota das Catedrais do Norte de Portugal visa promover e consolidar o projeto nacional, iniciado em 2009, através de um Acordo de Cooperação celebrado entre o Ministério da Cultura e a Conferência Episcopal Portuguesa. 

A Rota das Catedrais a Norte de Portugal compreende intervenções infraestruturais de qualificação e valorização no Património imóvel, móvel e integrado de sete Sés/Catedrais da Região Norte: Braga, Bragança, Lamego, Miranda do Douro, Porto, Vila Real e Viana do Castelo. 

A coordenação e acompanhamento técnico é da competência da Direção Regional de Cultura do Norte e a responsabilidade financeira é repartida entre as entidades eclesiásticas de acordo com a natureza da intervenção em cada catedral.