Notícias
22 Mar. 2019 Prémio Eduardo Lourenço 2019 Estão abertas, até ao próximo dia 4 de abril, as candidaturas à 15ª edição do Prémio Eduardo Lourenço.


O Centro de Estudos Ibéricos instituiu, em 2004, o Prémio Eduardo Lourenço, com o nome do seu mentor e Diretor Honorífico, com o objetivo de galardoar personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cooperação e da cultura ibérica.

Personalidades de relevo de Portugal e Espanha já foram galardoadas nas anteriores edições: Maria Helena da Rocha Pereira, Professora Catedrática de Cultura Greco-Latina (2004), Agustín Remesal, Jornalista (2006), Maria João Pires, Pianista (2007), Ángel Campos Pámpano, Poeta (2008), Jorge Figueiredo Dias, Professor Catedrático de Direito Penal (2009), César António Molina, Escritor (2010), Mia Couto, Escritor (2011), José María Martín Patino, Teólogo (2012), Jerónimo Pizarro, Professor e Investigador (2013), Antonio Sáez Delgado, Professor e Investigador (2014), Agustina Bessa-Luís, Escritora (2015), Luis Sepúlveda, Escritor (2016), Fernando Paulouro Neves, Escritor e Jornalista (2017), e Basilio Lousada Castro, Escritor (2018).

Homenagem e reconhecimento
Instituído em 2004, o Prémio Eduardo Lourenço, destina-se a galardoar personalidades ou instituições de língua portuguesa ou espanhola que tenham sido protagonistas de uma intervenção relevante e inovadora no âmbito da cooperação e no domínio das identidades, das culturas e das comunidades ibéricas.

O Prémio é atribuído por um júri que integra os membros da Direcção do Centro de Estudos Ibéricos (Reitor da Universidade de Coimbra, Reitor da Universidade de Salamanca e Presidente da Câmara Municipal da Guarda), que assegurarão rotativamente a presidência, por quatro elementos de órgãos executivos e científicos do Centro e ainda quatro personalidades convidadas pelos Reitores das duas Universidades.