Notícias
31 Jul. 2017 Rota das Catedrais: Intervenção na Concatedral de Miranda No âmbito da Operação Rota das Catedrais no Norte de Portugal, cofinanciada pelo Programa Norte 2020, terá início, em setembro próximo, a empreitada para a instalação, nas ruinas do Paço Episcopal, da estrutura de acolhimento aos visitantes do conjunto catedralício da antiga Sé de Miranda do Douro, orçada em 370 mil euros.


Até ao momento, no âmbito deste processo, decorreram já os procedimentos legais de registo da candidatura, e nesta altura, estão em conclusão os procedimentos para a realização de trabalhos arqueológicos que precedem a referida empreitada de instalação do centro de acolhimento.

A Operação Rota das Catedrais do Norte de Portugal visa promover e consolidar o projeto nacional, iniciado em 2009, através de um Acordo de Cooperação celebrado entre o Ministério da Cultura e a Conferência Episcopal Portuguesa. 

A «Rota das Catedrais a Norte de Portugal» compreende intervenções infraestruturais de qualificação e valorização no Património imóvel, móvel e integrado de sete Sés/Catedrais da Região Norte: Braga, Bragança, Lamego, Miranda do Douro, Porto, Vila Real e Viana do Castelo. 

Esta operação em concreto está organizada em 12 ações infraestruturais que incidem em 7 Sés ou Catedrais, e uma ação de promoção e gestão transversal a todos os espaços. 

A coordenação e acompanhamento técnico é da competência da Direção Regional de Cultura do Norte e a responsabilidade financeira é repartida entre as entidades eclesiásticas de acordo com a natureza da intervenção em cada catedral.