Notícias
30 Out. 2018 Sessão especial do filme En Construccion O Clube Português de Cinematografia – Cineclube do Porto organiza amanhã, às 21h30, na Casa das Artes, no Porto em parceria com o Cine Clube de Viseu e o Festival Vistacurta, uma sessão especial do filme En Construccion (2001) do realizador Espanhol, José Luis Guerín. Esta sessão especial, contará com a presença do realizador.


A sessão na Casa das Artes, acontece no dia seguinte à sessão do filme A Academia das Musas (2015) que o Cine Clube de Viseu apresenta, às 21h00, no Auditório IPDJ em Viseu, seguida de conversa com José Luis Guerín, no âmbito do festival vistacurta. O vistacurta apresenta-se em Viseu, com vários dias de cinema, encontros com realizadores, concertos e sessões para escolas. De 27 de Outubro a 03 de Novembro o Auditório IPDJ, Teatro Viriato, Casa Museu Almeida Moreira, Carmo'81 e ESEV acolhem mais uma edição cujo foco central é o cinema associado a esta região, e toda a produção de cinema que interpela a interioridade.

EN CONSTRUCCIÓN
ESPANHA | 2001 | DOC | 125´
En Construccion  foi gentilmente cedido por MEDIAPRO.

É dos mais conhecidos filmes de Guerín, rodado em Barcelona, a sua cidade de origem, ao longo de três anos. Guerín filmou a demolição de uma zona determinada do Barrio Chino, um bairro operário em desagregação, e a construção de um moderno complexo residencial para a nova classe média catalã. Entre o bairro que se extingue e o surgimento do novo espaço urbano, o passado reafirma incessantemente a sua presença, seja na descoberta de um antigo cemitério romano debaixo das fundações do novo edifício, seja na sabedoria popular sentida nas conversas entre vizinhos. O que é contar pouco sobre o belíssimo filme que é EN CONSTRUCCION.**

**texto Cinemateca Portuguesa


JOSÉ LUIS GUERÍN
É um dos realizadores mais influentes e inovadores do panorama cinematográfico europeu. Com uma obra em permanente construção entre o documentário e a ficção, distante do politicamente correcto, o realizador catalão (Comboio de Sombras, Dans la Ville de Sylvia) tem aperfeiçoado o seu método de interrogação sobre o mundo e o próprio cinema. "Não há nada nos filmes de José Luis Guerín que não traduza uma qualquer forma de desafio aos lugares de conforto do cinema e da cinefilia.” 
(Luís Mendonça, à pala de walsh).